Menu

Ministério da Saúde reitera parceria com Aparecida

28 JAN 2017
28 de Janeiro de 2017

   As portas do Governo Federal continuam abertas para o município de Aparecida em Goiânia. A parceria entre União e Prefeitura que se estabeleceu desde o mandato do ex-prefeito Maguito Vilela, continua mais forte do que nunca no governo de Gustavo Mendanha. Prova disso, é que no primeiro mês de gestão, Gustavo já esteve com representantes do governo federal diversas vezes.

   Na última quinta-feira (26), o prefeito Gustavo Mendanha e o Secretário Municipal de Saúde Edgar Tolini estiveram com o Ministro da Saúde, Ricardo Barros, em Brasília. Gustavo e Edgar foram, pessoalmente, em busca de apoio para a conclusão do Hospital Municipal. “Os recursos agora são para a finalização da obra, que já está 98% executada, e para os equipamentos. O hospital dará retaguarda para a saúde pública do município”, contou o secretário Edgar Tolini.

 Associada à demanda do Hospital Municipal, o prefeito Gustavo Mendanha apresentou ainda a obra do Centro de Especialidades e Diagnósticos ao ministro, que também está com obras avançadas. O projeto de Edgar Tolini para o Centro de Especialidades prevê 40 consultórios e pelo menos 11 especialidades médicas. “O ministro Ricardo Barros reiterou mais uma vez apoio aos projetos que estão sendo desenvolvidos na nossa cidade e se comprometeu, ainda, com a parceria entre o Governo Federal, Ministério da Saúde e Prefeitura de Aparecida”, salientou no prefeito Gustavo Mendanha.

Hospital Municipal

  A maior obra de saúde pública de Aparecida terá seis blocos, que incluem pediatria, geriatria, dois para clínica médica e dois para pós-cirurgia. O HMAP terá ainda 220 leitos, sendo 90 leitos clínicos, 60 leitos cirúrgicos, 20 leitos pediátricos, 30 leitos de UTIs, 10 leitos de recuperação anestésica e 10 leitos de reanimação e observação. O Hospital está sendo construído no setor Cidade Vera Cruz 1. A obra está orçada em R$ 63.899.514,13, sendo R$ 60.479.851,92 do Ministério da Saúde e R$ 3.419.662,21 contrapartida da Prefeitura. Serão 17.437,25 mil metros quadrados de área construída. 

  A unidade também possuirá área de pronto-atendimento; atendimento de urgência e área de apoio terapêutico, ambulatório, apoio diagnóstico, raio-x, eletrocardiografia, ultrassonografia, endoscopia, tomografia computadorizada, laboratório, apoio técnico e administrativo, apoio logístico, farmácia, serviço de nutrição e dietética, lactário, internação geral (adulta e pediátrica), e centro cirúrgico com 10 salas. 

Centro de Especialidades e Diagnósticos

 O Centro de Especialidades deve ser entregue ainda neste primeiro semestre de 2017. O local terá oito setores: o Centro de Especialidades Municipal, Centro de Testagem e Aconselhamento, Serviços de Assistência Especializada, Centro Especializado em Odontologia, Ambulatório de Atendimento Especializado as Vítimas de Violência, Laboratório Municipal, Centro de Diagnóstico e Ambiente de Apoio Geral.


 Fonte: aparecida.go.gov.br

Voltar

Administrado por